icon_face_branco.png

NAS FÉRIAS ABERTO TODOS OS DIAS PARA:  PASSEIO - BRUNCH - AVENTURAS                 

trip3.png
icone-instagram-alltak-adesivos.png
icone-email-branco-png-4.png

NÃO ACEITAMOS PET

roco 3 png.png

Jatobá Mãe da Floresta

Jatobá (nome científico: Hymenaea courbaril)

A origem de seu nome vem do tupi e quer dizer “árvore com frutos duros”. No passado, foi muito utilizada pelos povos indígenas em momentos de meditação, pois se acreditava que o fruto trazia equilíbrio mental (pesquisas recentes demonstraram que realmente, o fruto pode trazer benefícios à organização mental) Assim, o jatobazeiro passou a ser considerado um Patrimônio Sagrado Brasileiro.

A espécie pode alcançar em média 40 metros de altura e 2 metros de diâmetro, tendo registro de até 95 metros de altura.

A floração ocorre na época de seca do ano e a frutificação ocorre cerca de 4  meses depois. Seu fruto possui casca dura e em média com duas sementes. No interior, a polpa é um pó verde amarelado com forte odor, que é comestível, sendo rica em ferro e indicada para pessoas que apresentam alto grau de anemia.

A seiva do jatobá obtida por meio da perfuração do tronco é um poderoso Tônico Fortalecedor Orgânico, sendo muito, usada contra tosse, bronquite, afecções pulmonares de modo geral e ainda como hepatoprotetor, vermífugo, diurético, energético       (afrodisíaco) e, fortalecedor do sistema imunológico.

A origem de sua utilização vem de uma cultura milenar pré-colombiana e segundo os povos da mata (índios e caboclos) sua utilização já era feita a milhares de anos pelos povos Incas, Maias e Astecas.

A madeira do jatobá é uma das mais valiosas entre todas as espécies do mundo, sendo bastante utilizada para construção em vigas, portas, tacos, tábuas, além de ser empregada em objetos de arte, peças decorativas e móveis de luxo.